Evaldo Gusmão, Enfermeiro
  • Enfermeiro

Evaldo Gusmão

Uberaba (MG)
0seguidor2seguindo
Entrar em contato

Comentários

(6)
Evaldo Gusmão, Enfermeiro
Evaldo Gusmão
Comentário · há 12 dias
Boa noite. Sou Enfermeiro do Setor de Hemodinâmica, trabalho exposto a radiação ionizante, durante procedimentos de cateterismo cardíaco e angioplastia . O Engenheiro do trabalho que fez o laudo de Periculosidade concluiu que "o funcionário em questão (no caso eu) desenvolve atividades em ambiente SEM RISCO e, portanto NÃO FAZ JUS ao adicional de PERICULOSIDADE".
Ele ainda fundamenta da seguinte forma :
De acordo com a NR (Norma Regulamentadora)
-
16 da Portaria 3.214/78 do Ministério do
Trabalho:
16.1
São consideradas atividades ou operações perigosas:
a) Atividades e operações com explosivos;
b) atividades e operações com líquidos inflamáveis, inclusive GLP.
c) Radiações Ionizantes: Portaria 3.393 do Ministério do Trabalho.
d) Atividades de motociclistas.
De acordo com a
CLT

Consolidação das Leis
Trabalhistas.
" Art. 193. São consideradas atividades ou operações perigosas, na forma da regulamentação
aprovada pelo Ministério do Trabalho e Emprego, aquelas que, por sua natureza ou métodos de
trabalho, impliquem risco acentuado em virtude de exposiçã
o permanente do trabalhador a:
I
-
inflamáveis, explosivos ou energia elétrica;
II
-
roubos ou outras espécies de violência física nas atividades profissionais de segurança pessoal
ou patrimonial.
Recebo apenas a insalubridade em grau médio de 20%. Outros funcionários mais antigos recebem 30% referente à periculosidade, mas para mim foi negado. O que fazer ????? Agradeço desde já.
Evaldo Gusmão, Enfermeiro
Evaldo Gusmão
Comentário · há 12 dias
Boa noite. Sou Enfermeiro do Setor de Hemodinâmica, trabalho exposto a radiação ionizante, durante procedimentos de cateterismo cardíaco e angioplastia . O Engenheiro do trabalho que fez o laudo de Periculosidade concluiu que "o funcionário em questão (no caso eu) desenvolve atividades em ambiente SEM RISCO e, portanto NÃO FAZ JUS ao adicional de PERICULOSIDADE".
Ele ainda fundamenta da seguinte forma :
De acordo com a NR (Norma Regulamentadora)
-
16 da Portaria 3.214/78 do Ministério do
Trabalho:
16.1
São consideradas atividades ou operações perigosas:
a) Atividades e operações com explosivos;
b) atividades e operações com líquidos inflamáveis, inclusive GLP.
c) Radiações Ionizantes: Portaria 3.393 do Ministério do Trabalho.
d) Atividades de motociclistas.
De acordo com a
CLT

Consolidação das Leis
Trabalhistas.
" Art. 193. São consideradas atividades ou operações perigosas, na forma da regulamentação
aprovada pelo Ministério do Trabalho e Emprego, aquelas que, por sua natureza ou métodos de
trabalho, impliquem risco acentuado em virtude de exposiçã
o permanente do trabalhador a:
I
-
inflamáveis, explosivos ou energia elétrica;
II
-
roubos ou outras espécies de violência física nas atividades profissionais de segurança pessoal
ou patrimonial.
Recebo apenas a insalubridade em grau médio de 20%. Outros funcionários mais antigos recebem 30% referente à periculosidade, mas para mim foi negado. O que fazer ????? Agradeço desde já.

Perfis que segue

(2)
Carregando

Seguidores

Carregando

Tópicos de interesse

(9)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Evaldo

Carregando

Evaldo Gusmão

Entrar em contato